fbpx

Pessoas com psoríase terão prioridade no atendimento

Compartilhe

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Segundo dados da Secretaria de Saúde do DF, a doença atinge entre 24 mil e 48 mil pacientes na Capital

O Diário Oficial do DF trouxe, nesta quinta-feira(6), a sanção da lei 7.054/22 que estabelece diretrizes para a instituição da Política Distrital de Atenção à Saúde das Pessoas com Psoríase. De autoria do deputado Eduardo Pedrosa (DEM), a nova lei tem o objetivo de reduzir os impactos provocados pelas comorbidades e incapacidades causadas pela doença, bem como melhorar a qualidade de vida dos acometidos, por meio de ações de promoção, detecção precoce e priorização de tratamentos e cuidados.

Segundo dados da Secretaria de Saúde do DF, a doença atinge entre 24 mil e 48 mil pacientes na Capital. A psoríase é uma doença inflamatória, sistêmica, crônica, autoimune, que causa placas avermelhadas espessas na pele, cobertas por escamas esbranquiçadas ou prateadas. Essas lesões podem apresentar coceira, dor, queimação e descamação. Inchaços e rigidez nas articulações podem ocorrer.

“A doença afeta profundamente a qualidade de vida dos pacientes, indo muito além da questão estética da pele. Apesar de não ser contagiosa, a psoríase afeta a autoestima e a qualidade de vida do paciente em suas atividades diárias”, afirma o parlamentar.

Confira abaixo a matéria publicada pelo Jornal de Brasília:

Depoimentos

Inscreva-se na minha Newsletter

receba as minhas notícias no seu email



    Leia também

    Santa Maria

    O Deputado Eduardo Pedrosa esteve no sábado (07/5), durante todo o dia em Santa Maria.  Durante sua passagem pela cidade o Deputado Eduardo Pedrosa fez

    Leia mais