Mães desempregadas poderão trabalhar em escolas da rede pública na volta às aulas. É o que sugere o Deputado Distrital Eduardo Pedrosa.

Os alunos da rede pública de ensino estão sem aulas presenciais há quase um ano. A previsão é que as aulas sejam retomadas no próximo mês, mas ainda existe uma questão em torno dos protocolos de higiene que precisam ser adotados. Para tentar ajudar a resolver a questão o deputado distrital Eduardo Pedrosa (PTC), enviou um ofício a Secretária de Educação sugerindo que mães de alunos, que estiverem desempregadas, sejam contratadas para realização desses protocolos de higiene, fundamentais para garantir a saúde dos alunos e servidores.

O deputado argumenta que os alunos se sentirão amparados tendo as mães por perto e ajudando nesse retorno às aulas. Eduardo também diz que é fundamental a vacinação dos servidores da educação, assim a comunidade escolar terá tranquilidade para retomar a rotina na rede pública de ensino.

Em São Paulo a prefeitura contratou cinco mil mães de alunos para ajudar a cumprir os protocolos contra Covid 19 nas escolas municipais. Elas serão responsáveis pela aferição de temperatura, higienização de equipamentos de uso coletivo e também deverão orientar os alunos quanto ao uso de máscaras e distanciamento social. “Além de ajudar a garantir o retorno das crianças as salas de aula, essa contratação poderá garantir o sustento de dezenas de famílias que perderam renda e qualidade de vida na pandemia.

Veja mais em: https://diariodopoder.com.br/brasil-e-regioes/deputado-quer-maes-desempregadas-ajudando-nos-cuidados-contra-covid-nas-escolas